O retorno da reoneração e sua (re)discussão judicial